5 motivos pelo qual você não consegue um emprego

Você encontra uma nova oportunidade de trabalho e se candidata, mas não é chamado para as entrevistas mesmo sabendo que possui um ótimo currículo para a vaga.

Dicas Publicado em 07/06/2019 1376
5 motivos pelo qual você não consegue um emprego

Este é um fantasma que ronda a vida de muitos brasileiros, principalmente os desempregados! Você encontra uma nova oportunidade de trabalho e se candidata, mas não é chamado para as entrevistas mesmo sabendo que possui um ótimo currículo para a vaga (e quando é e tem uma conversa fantástica, acaba sendo “derrotado”).

Na prática, e impossível saber o real motivo sem um feedback do recrutador! Em muitos casos, eles não te retornam, seja por costume ou mesmo solicitação da empresa. Confira abaixo alguns motivos pelos quais você não conseguiu o emprego.

Seu currículo não vendeu você
São milhões de pessoas desempregadas ou mesmo buscando uma melhor oportunidade de emprego. Nesse mercado altamente competitivo, seu currículo precisa se destacar dentre os demais, pois mesmo que você se encaixe perfeitamente na vaga anunciada, existe a chance dele passar despercebido. Não estamos falando aqui para usar cores chamativas ou imagens. Um currículo forte combina habilidades relevantes e experiências com apresentação clara e concisa.

Evite a famosa “encheção de linguiça” e, caso você tenha experiência em várias frentes, procure sempre adaptar o documento para a vaga em questão (caso contrário este pode ser o motivo da eliminação). O seu currículo pode indicar, por exemplo, qualificação demais para uma função, mas você está interessado na vaga pela empresa ou mesmo para ganhar mais experiência numa função específica. Uma carta de apresentação detalhada teria sido útil para evitar essa confusão e você não ser rejeitado.

Ao mesmo tempo, você pode ser rejeitado por não cumprir todos os critérios para a vaga (como experiência específica ou qualificações acadêmicas). Certifique-se de que possui todas as exigências antes de se candidatar, pois um único deles pode te deixar em segundo lugar na preferência da empresa e a vaga é única.

Você não demonstrou todo o seu conhecimento na entrevista
Às vezes, a falta de preparo pode resultar numa falta de expressividade ao se vender na entrevista. Certifique-se de ser capaz de demonstrar como sua experiência fará a diferença para a empresa, ensaiando inclusive alguns cases de sucesso como exemplo (caso de você seja perguntado).

“O santo não bateu”
Nesse caso, tem mais a ver com a sua personalidade e habilidades sociais em relação ao perfil da empresa e a forma dela pensar, demonstrando que não teria uma boa compatibilidade com a equipe. É claro que isso pode ser impossível de medir, mas em alguns casos, você pode não necessariamente ter feito algo errado, mas teve uma abordagem diferente do esperado para a vaga ou apenas não conquistou o recrutador. Uma forte habilidade de comunicação e atitude amigável / confiante fará toda a diferença.

Faltou entusiasmo
Parece óbvio para quem está desempregado e precisa muito de um emprego, mas alguns candidatos simplesmente não demonstram real interesse com a vaga ou a empresa, podendo futuramente refletir em improdutividade e falta de comprometimento. Se você estiver “empatado tecnicamente” com outro profissional, o recrutador pode basear sua decisão por aquele que parecia mais animado com a oferta.

O concorrente era mais experiente
E isso não depende de você! Em muitos casos, você tem um ótimo currículo e foi excepcional na entrevista, mas estava disputando a vaga com outro profissional mais experiência (se for no mesmo setor da empresa concorrente, então, esse currículo pode ter peso dobrado)! Em tempos de flutuações econômicas, muitas empresas evitam se arriscar ao contratar pessoas de outros setores ou menos experientes, mesmo que mais simpáticos e inteligentes. Isso pode ser frustrante, mas não deixe que acabe com a sua determinação.


Recomendado