Como conseguir um bom emprego depois de formado?

Sabendo o quanto é difícil conseguir um bom emprego quando a faculdade termina e é chegada a hora de encarar o mercado de trabalho pra valer, selecionamos algumas dicas para aumentar suas chances de sucesso!

Como conseguir um bom emprego depois de formado?

Este é o pesadelo da maioria dos jovens recém-formados: ter a oportunidade de trabalhar na área logo depois de formado! O mercado de trabalho está inundado de oportunidade de estágio, afinal, além de poder colaborar e moldar o perfil desses estudantes ao estilo da empresa, o custo é muito inferior ao de um profissional já formado.

Vale lembrar que não existe um manual de boas-vindas para o recém-formado, muito menos um “mapa da mina” com as melhores oportunidades. Sabendo o quanto é difícil conseguir um bom emprego quando a faculdade termina e é chegada a hora de encarar o mercado de trabalho pra valer, selecionamos algumas dicas para aumentar suas chances de sucesso!

Teste e repense qual especialidade atuar
No início de carreira, é completamente normal (e saudável) não ter certeza de qual função prefere se ocupar e buscar experiências nas mais variadas áreas. Inclusive alguns programas de Trainee fazem “rodízio” por vários setores da empresa. Assim, estimula o crescimento do jovem e descobre qual área ele mais se identifica.

Não tenha medo de assumir a pouca experiência
O importante é encontrar oportunidades compatíveis com o seu perfil e deixar claro suas habilidades e planos de crescimento. Evite a “encheção de linguiça” para deixar seu currículo maior ou mesmo inserir informações que não possuem correlação com a vaga (currículos assim são descartados logo de cara).

Ainda sobre o conteúdo, NUNCA insira informações falsas. Vale lembrar que você não precisa ter vergonha da pouca experiência, inserindo habilidades que não existem. Se o recrutador descobrir, você será imediatamente descartado e as portas desta empresa estará permanentemente fechadas para você.

Tenha um currículo vendedor!
Um bom currículo garante quase que por si só a vaga para o candidato. Nele, o entrevistador detectar suas habilidades, conhecimentos e planos de carreira etc. Procure destacar seus pontos fortes / competências visando a vaga e jamais fuja do foco no conteúdo!

Quanto à diagramação do seu CV, lembre-se que menos é mais! Nada de um documento com várias páginas, mesmo porque você está no início da carreira e não tem muita experiência (uma só basta). Além disso, cuidado com os erros de português, pois podem lhe causar uma má primeira impressão.

Prepare-se para as entrevistas
Apesar do nervoso, ansiedade e a expectativa numa entrevista, só o fato de ter conseguido ela já é um grande passo, pois significa que seu currículo conquistou o recrutador. Isso é absolutamente normal! Para deixar esse momento o melhor possível, vá preparado:

  • Pesquise sobre a empresa, sua história, valores e resultados obtidos recentemente;
  • Vista-se de acordo com o momento (se a empresa é formal, vá assim. Se for “leve”, invista num look mais descontraído, porém discreto).


Não pergunte de cara sobre salários e benefícios
De preferência para que o recrutador fale sobre isso no final da entrevista. Demonstre estar interessado pela vaga na questão não monetária, perguntando sobre as atribuições do cargo, principais desafios etc.

Saiba apontar os seus reais defeitos
Nada de impressionar o recrutador com respostas do tipo: “sou perfeccionista”, “sou exigente” e “trabalho demais”. Você está conversando com um especialista em recrutamento de pessoas, que busca saber se você tem autoconhecimento. Sempre realce seus pontos fortes, mas não se esqueça de ser sincero sobre os fracos (admitir um fracasso pode ser positivo, pois mostra que você tentou!).

Seja educado e pontual
Independente de ser uma entrevista de emprego, a pontualidade demonstra comprometimento e respeito pela pessoa que estará lhe aguardando. Vá de forma que chegue com no máximo 10 minutos de antecedência (cedo demais demonstra desespero). Se ocorrer algum imprevisto, avise o recrutador imediatamente.

Sua educação e a capacidade de se portar frente a pessoas de personalidade diferentes também serão testadas. Confira abaixo cinco dicas para se dar bem nesses quesitos:

  • Não chegue à empresa mascando chicletes e desligue o celular antes de entrar na sala (salvo em situações de emergência na família, previamente sinalizado ao recrutador);
  • Não tente ser intimo do recrutador! Trate-o cordialmente, limitando se a perguntas comuns de apresentação;
  • Procure acompanhe sua postura verbal para não destoar na conversa (formal, despojado etc.);
  • Evite falar de assuntos polêmicos (política ou religião, por exemplo) se não for diretamente questionado;
  • Mantenha uma postura reta, olhe nos olhos do recrutador e não cruze os braços;
  • Envie um e-mail de agradecimento pela oportunidade, mesmo que a resposta da aprovação ou não tenha sido combinada para alguns dias depois.


Persista!
Durante essa fase de busca por um bom emprego, é bem provável que você receba alguns nãos ou mesmo nem seja chamado para algumas entrevistas. O segredo é não se abater e nunca desistir, pois – com certeza – todo profissional bem sucedido já passou por algo similar.


Recomendado